_ “MACACO INFINITO”
_ “O Tempo Morto É Um Bom Lugar"
_ “Zero À esquerda“
_ “Somos Todos Um Bocado Ciganos”
_ “Uma Mentira Mil Vezes Repetida”
_ “AS SEREIAS DO MINDELO”
_ “aonde o vento me levar”
_ “Porto: Orgulho e Ressentimento”
_ “Os Olhos do Homem que chorava no rio”
_ “o silÊncio de um homem sÓ”
_ “OS FANTASMAS DE PESSOA”
_ “A MENINA GIGANTE”
_ “Oito Cidades e Uma Carta de Amor”
_ “PAIXÕES & EMBIRRAÇÕES”
_ “SERTÃO DOURADO”
_ “O AMOR É PARA OS PARVOS”
_ “As mulheres deviam vir com livro de instruções”
_ “Nome de Tango”
_ “Portugués, guapo y matador”
_ “O homem que julgou morrer de amor/O casal virtual”



kapa

É um livro onde as palavras ilustram as imagens. (...)
O escritor fez da fracção soma e partiu para uma deambulação
por oito cidades da Europa e da América,
munido de uma câmara fotográfica e de uma sagaz capacidade de ficcionar
pequenos episódios da vida quotidiana”
Diário de Notícias

“Relato de encontros e desencontros,
‘Oito Cidades e Uma Carta de Amor’ abre
caminho a diferentes abordagens e múltiplas leituras”
Nova Cultura (Alemanha)

“Um livro invulgar de Manuel Jorge Marmelo”
Jornal de Letras