virtual

_ “MACACO INFINITO”
_ “O Tempo Morto É Um Bom Lugar"
_ “Zero À esquerda“
_ “Somos Todos Um Bocado Ciganos”
_ “Uma Mentira Mil Vezes Repetida”
_ “AS SEREIAS DO MINDELO”
_ “aonde o vento me levar”
_ “Porto: Orgulho e Ressentimento”
_ “Os Olhos do Homem que chorava no rio”
_ “o silÊncio de um homem sÓ”
_ “OS FANTASMAS DE PESSOA”
_ “A MENINA GIGANTE”
_ “Oito Cidades e Uma Carta de Amor”
_ “PAIXÕES & EMBIRRAÇÕES”
_ “SERTÃO DOURADO”
_ “O AMOR É PARA OS PARVOS”
_ “As mulheres deviam vir com livro de instruções”
_ “Nome de Tango”
_ “Portugués, guapo y matador”
_ “O homem que julgou morrer de amor/O casal virtual”



kapa2 kapa1
(capas da primeira e segunda edições)


“Comummente considerada uma história de amor, esta novela é, principalmente, uma história sobre os demónios do ser humano”
Teresa Sá Couto
www.kaminhos.com


“O correr da escrita, enformada por uma prosa poética límpida e com admirável plasticidade, ilumina-nos os degraus da queda do jovem e, por eles, a reflexão sobre os desmandos dos homens”
Teresa Sá Couto
www.kaminhos.com


“Assumindo aquele misto de encantamento e embaraço com que alguns escritores recordam as suas obras iniciais, o escritor decidiu lançar agora uma 2ª edição parcialmente reescrita, com evidente desenvoltura narrativa e economia descritiva, numa prosa justa e sem espalhafato”.
Pedro Mexia
Suplemento 6ª do Diário de Notícias


“Parecendo uma daquelas tentativas ficcionais (algo arriscadas) de juntar história factual e personagens inventadas, é uma cautelosa interrogação dialéctica entre o enamoramento e o mundo dos conceitos morais”.
Pedro Mexia
Suplemento 6ª do Diário de Notícias


“Excelente novela”
Mário Cláudio
Jornal de Letras